Skip directly to content

Rotary exalta poder de mobilização da Assomasul na campanha de vacinação

Data: 
22/10/2019 - 14:36
Rotary e Assomasul durante a reunião (Foto: Edson Ribeiro)

Willams Araújo

O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Pedro Caravina, recebeu na manhã desta terça-feira (22), em seu gabinete, o governador do Rotary Distrito 4470, Antonio E. Caballero Sena, e o presidente do Rotary Club Campo Grande, Lucimar Lacerda.

Acompanhados pelos médicos Hélio Mandetta, pai do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e Glória Caballero, esposa do governador do Rotary, vieram agradecer a participação da entidade durante a campanha nacional de vacinação contra o sarampo.

Antonio E. Caballero e Lucimar destacaram o poder de mobilização da entidade que envolveu os 79 municípios de Mato Grosso do Sul.

Em Mato Grosso do Sul, a Campanha Nacional de Multivacinação para Atualização da Caderneta de Vacinação da Criança e do Adolescente foi aberta no dia 7 de outubro.

No último sábado (19), aconteceu em todo país o Dia de Mobilização Nacional, Dia D.

“Viemos aqui agradecer essa importante parceria. O Rotary tem interesse de fazer essa conexão com todos os municípios do Estado, estamos dispostos a trabalhar com as prefeituras. Para nós é salutar esse trabalho conjunto, trabalhar pela comunidade”, colocou o governador do Rotary, referindo-se também a outras mobilizações de interesse público na área de saúde que venham a ser intensificadas no futuro.

Em sua fala, Lucimar fez questão de destacar a atuação da Assomasul no trabalho de divulgação do evento, que disponibilizou o seu site oficial, as redes sociais, como Face Book, Twitter e Instagran, além da distribuição de releases à imprensa estadual.  

Ele considerou a Assomasul e a Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) como os dois mais importantes parceiros estratégicos no papel de difundir a campanha de vacinação contra o sarampo por envolver os 79 municípios do Estado.  

Lucimar também fez boas referências a todas outras instituições, repartições públicas e entidades de classe que se dedicaram em mostrar à sociedade a importância na atualização da caderneta nacional de vacinação.

O presidente do Rotary Clube de Campo Grande considerou a campanha bastante produtiva a partir da dedicação de todos e adiantou que a ideia é promover mobilização semelhante relacionado à vacinação contra a Zika Vírus.

Ao elogiar o empenho da imprensa, enfatizou:“Foi um momento muito importante para a sociedade, boi bacana porque sensibilizou a todos. A nata da comunicação de todos os parceiros está aqui no nosso grupo de Whatsapp e teve papel fundamental”, destacou”, Lucimar.

Além de colocar a Assomasul à disposição, Caravina observou que esse trabalho foi amplamente discutido na assembléia-geral de prefeitos ocorrida no último dia 16, no sentido de levar o movimento para todos os municípios.

 “A função da Assomasul é auxiliar os municípios em todas áreas, e essa parceria nossa foi incentivada na nossa assembléia-geral e, com certeza, vai dar um resultado importante, porque esse trabalho do Rotary de abrir os olhos, de fazer essa divulgação, porque as vezes as coisas passam despercebida. O governo faz a parte dele colocando as campanhas, mas ninguém se envolve diretamente. Acho que quando um clube de serviço, como o Rotary, toma a frente e mostra a importância disso, vai pegando corpo, a própria sociedade mostrando a necessidade, a coisa acontece, E o papel das prefeituras é esse. Acho que a gente vai conseguir ajudar bastante, apoiar bastante, incentivar essa população a se conscientizar”, acrescentou ele, ao agradecer os elogios dos rotarianos.