Skip directly to content

Marcha a Brasília é cancelada devido ao Covid-19 e Assomasul apoia medida

Data: 
19/03/2020 - 08:18
Aroldi e Caravina em evento público em Brasília (Foto: Edson Ribeiro)

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) cancelou a realização da XXIII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, que ocorreria entre 25 e 28 de maio na capital federal, em razão da disseminação do novo coronavírus.

Em comunicado oficial divulgado na quarta-feira (18), o presidente da entidade, Glademir Aroldi, lista os diversos fatores que levaram os Conselhos Político – formado por representantes das 27 entidades estaduais –, Diretor e Consultivo da CNM e o Movimento Mulheres Municipalistas (MMM) a cancelarem o evento.

O presidente da Assomasul (Associação dos Municípiois de Mato Grosso do Sul) e membro do Conselho Político da CNM, Pedro Caravina, apoia a decisão da entidade municipalista em razão da gravidade da situação devido a pandemia da doença. 

Em âmbito estadual, a diretoria da Assomasul recomendou na  terça-feira (17) a suspensão temporária das aulas nas escolas da Rede Municipal de Ensino, entre outras medidas restritivas.

A Assomasul, ao tomar tal posição, também considerou o apelo de vários prefeitos que se dizem preocupados com a situação que deixou a população em pânico. 

Entre as medidas sugeridas pela diretoria da Assomasul consta a suspensão de eventos em locais públicos e as aulas nas escolas mantidas pelas prefeituras.

MARCHA 

Maior encontro da gestão municipal da América Latina, a Marcha reuniu, na última edição, mais de 8 mil pessoas. Aroldi lamenta que essa seja a primeira vez, desde 1998, que o evento não ocorre, mas reforça a excepcionalidade e seriedade da situação.

“Estamos com nossa atenção voltada ao coronavírus, e é preciso ainda mais união e conscientização de todos. Por mais difícil que seja, estamos tomando nossas decisões colocando em primeiro lugar a saúde de todos”, justifica.

Aroldi lembra que a Confederação irá continuar com os trabalhos técnicos e de articulação política pela causa municipalista.

Além disso, a entidade reforça os canais de comunicação com os gestores locais: telefone, e-mail, site e redes sociais.

Os participantes da 23ª edição da Marcha que já realizaram a inscrição serão contactados pela organização nos próximos dias para reembolso dos valores.

Outros eventos da CNM também foram cancelados. Entre eles, o CNM Qualifica, cujo calendário está suspenso temporariamente; e a XIII Cúpula Hemisférica de Prefeitos e Governos Locais. Com informações da Agência CNM.