Skip directly to content

Governo de MS começa o ano investindo na assistência social de 33 municípios

Data: 
02/01/2020 - 08:37
São ao todo 51 brinquedotecas.

O projeto Casa do Brincar, que visa potencializar o serviço de convivência e fortalecimento de vínculos para crianças de 0 a 6 anos, irá disponibilizar já no próximo ano, recursos para 33 municípios de MS instalarem dentro dos seus Centros de Referência de Assistência Social (Cras), 51 brinquedotecas.

O envio dos recursos, sua execução e acompanhamento do projeto será realizado via Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast).

“Estamos colocando em prática uma demanda que irá melhorar ainda mais os atendimentos dentro dos Cras de cada município beneficiado. Será um recurso a mais para as equipes locais trabalharem no dia a dia. O município ganha com o investimento e as famílias também ganham com mais uma estrutura”, pontua a titular da Sedhast, Elisa Cleia Nobre.

Toda a ação de deliberação do projeto, bem como a escolha dos municípios, e seus detalhes também foram discutidos pelo Conselho Estadual de Assistência Social e a Comissão Intergestores Bipartite (CIB/MS).

A coordenadora de Apoio a Gestão do Sistema Único da Assistência Social (CAGSUAS) da Sedhast, Taciana Silvestrini, explica ainda que cada município receberá R$ 5 mil por brinquedoteca, totalizando mais de R$ 250 mil em investimentos.

“Cada município irá efetuar a compra de sua brinquedoteca com o recurso que iremos passar por meio de parcela única. É uma forma de otimizarmos as ações e também de oportunizamos aos municípios a melhor forma de proceder, visando suas demandas locais”, disse.

Confira a relação dos municípios beneficiados e a quantidade de brinquedotecas disponibilizadas em cada um deles: Água Clara (1); Alcinópolis (1); Amambai (1); Antônio João (1); Aquidauana (1); Bandeirantes (1); Bela Vista (1); Bodoquena (1); Bonito (1); Brasilândia (1); Caarapó (1); Camapuã (1); Campo Grande (11); Caracol (1); Corumbá (4); Coxim (1); Douradina (1); Dourados (4); Iguatemi (1); Ivinhema (1); Jaraguari (1); Jardim (1); Laguna Caarapã (1); Nioaque (1); Novo Horizonte do Sul (1); Pedro Gomes (1); Porto Murtinho (1); Rio Brilhante (1); Rochedo (1); Sidrolândia (1); Tacuru (1); Taquarussu (1); Três Lagoas (3).

Fonte: Portal do MS