Skip directly to content

Assomasul lamenta o falecimento do ex-prefeito de Dourados, Humberto Teixeira

Data: 
21/01/2021 - 08:52
Humberto presidiu a Assomasul de 1995 a 1997 (Foto Chico Ribeiro)

Willams Araújo

A Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) lamenta a morte do ex-prefeito de Dourados, Humberto Teixeira, que presidiu a entidade de 1995 – 1997, vítima do novo coronavírus. 

O presidente da entidade, Pedro Caravina, diz que a morte do ex-prefeito representa uma grande perda para o municipalismo, lembrando que Humberto Teixeira foi um dos gestores públicos mais atuantes e defensor das causas sociais do Estado.

Em nome da diretoria da Assomasul, que representa os 79 municípios do Estado, Caravina envia as condolências aos familiares enlutados, em especial ao deputado estadual Zé Teixeira, irmão do ex-prefeito.

De acordo com a imprensa, Humberto morreu por volta das 2h desta quinta-feira (21), aos 82 anos de idade. 

Ele estava internado no Hospital Evangélico, e havia testado positivo para a Covid-19.

Humberto Teixeira comandou Dourados entre os anos de 1992 a 1996, e exerceu o cargo de  deputado estadual na Assembleia Legislativa. 

Humberto ao lado do ex-prefeito de Campo Grande, Juvêncio César da Fonseca

Nota de Pesar

Em nome dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, a Assomasul recebe com enorme tristeza a notícia sobre o falecimento do ex-prefeito de Dourados, Humberto Teixeira, vítima do novo coronavírus. 

A diretoria da Assomasul reconhece que Humberto foi um homem público dedicado as causas sociais e municipalista convicto, responsável por grandes conquistas não apenas para Dourados, cidade que adminstrou, mas em favor de todo Estado na condição de deputado estadual atuante e comprometido com o nosso desenvolvimento.

À família enlutada, em especial ao deputado estadual Zé Teixeira, esta entidade envia às suas condolências.

PEDRO ARLEI CARAVINA

Presidente da Assomasul